quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Só isso.


Figos maduros cortados ao meio. Mel e um pouco de vinho do porto por cima. Sobre cada um, meia noz. Forninho elétrico até assar e o perfume invadir toda a cozinha. Servidos quentes com uma colherada de mascarpone.

5 comentários:

Ana Elisa disse...

Hum, isso parece muito muito bom! Mas sabe que gosto tanto de figos que não tenho coragem de fazer nada com eles a não ser comê-los in natura, com casca e tudo; sobra só o cabinho!

Rogério disse...

Pois é. E se você consegue figos orgânicos, como vi uma vez no seu blog, tem mais é que comê-los puros mesmo!

Luciana Macêdo disse...

Simples e maravilhoso. Para saborear de olhos fechados.
Abraço!

Natural Naturalmente disse...

Aqui, em Lisboa, vende muito figo seco com um corte ao meio e com uma noz dentro. É um petisco de sonho, mas lá mais para a época do Natal.
Bom fim de semana
Márcia

Gourmandise disse...

Os figos fresco têm comprarecido com frequência na minha mesa...preciso aproveitar a temporada!
bjo,
Nina.